Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

SIC BLOGUE

Fora de jogo é a Reportagem Especial

De 22 a 24 de janeiro no Jornal da Noite

Ser jogador de futebol é a profissão de sonho para a grande maioria das crianças. Poucos conseguem atingir esse objetivo, menos ainda alcançam o estatuto de profissionais. Apesar dos salários elevados que acompanham a ascensão no mundo da bola, a maioria dos futebolistas enfrenta problemas financeiros, quando pendura as chuteiras. A SIC foi à procura do espelho dessa realidade.

‘Fora de Jogo’ é uma série de quatro Reportagens Especiais para ver no ‘Jornal da Noite’. Ex-jogadores da Seleção Nacional, homens que chegaram ao topo da escada do futebol, Jorge Cadete, António Veloso e Fernando Mendes são as personagens principais da Reportagem Especial, onde também participam os ex-internacionais João Vieira Pinto e Nuno Valente, e o atual jogador do Sporting e da Seleção Nacional -, Adrien Silva.

A primeira reportagem, exibida a  21 de janeiro, conta a história de Jorge Cadete, avançado formado no Sporting e com uma carreira internacional em clubes como o Celtic de Glasgow e o Celta de Vigo. Foi o primeiro português a ser o melhor marcador de um campeonato estrangeiro. Ganhou mais de um milhão de euros durante a carreira. Hoje vive com graves dificuldades financeiras, apoiado na mesma família que o viu partir, ainda criança, para cumprir o sonho de jogar futebol no Sporting. Maus investimentos, divórcios, ausência de formação para enfrentar o pós-futebol, são núcleos que ajudam a explicar a 'queda' de Jorge Cadete. Nos últimos 3 anos viveu com a ajuda do Rendimento Social de Inserção. Pediu ajuda à Segurança Social para pedir a insolvência a título pessoal.

O segundo trabalho, a exibir a 22 de janeiro, percorre a vida de António Veloso, capitão do Benfica durante 8 temporadas, uma das referências da Seleção Nacional durante os anos 80 e 90. Depois de uma vida de poupanças, o capitão encarnado perdeu mais de cem mil contos devido a um alegado golpe dado por um sócio numa empresa de publicidade. Desapareceu o mealheiro de poupanças de 20 anos no futebol, começaram os problemas. O insucesso na carreira como treinador, e a falta de dinheiro, entregaram Veloso a uma espera desesperante. Sobrevive da última tábua de salvação, um plano Poupança Reforma, que caminha para o fim. António Veloso vive sozinho, apoiado na ajuda de amigos, que nunca imaginaram que vivesse estas dificuldades. Longe dos filhos Raquel e Miguel Veloso (jogador da Seleção Nacional), mais perto de Luís Miguel, filho de uma relação fora do casamento, com o qual recuperou contacto. António Veloso não tem subsídio de desemprego, nenhum rendimento fixo.

A terceira reportagem, a 23 de janeiro, mostra a ascensão e queda de Fernando Mendes, um dos laterais esquerdos mais completos que o futebol português já viu. Formado no Sporting, campeão no Benfica, tricampeão no FC Porto. Chegou a ganhar mais de 17 mil euros por mês, hoje vive com a ajuda do subsídio de desemprego. Chegou a gastar 20 mil euros numas férias no Brasil. Teve um Porsche… ficou sem nada. A mãe, a namorada e o que resta do Subsídio de Desemprego ajudam-no a levantar a cabeça face aos problemas financeiros.

Na última Reportagem Especial, a ir para o ar no dia 24 de janeiro, onde é analisado o problema que afeta um número elevado de ex-jogadores de futebol em Portugal. São apresentados exemplos de atletas que conseguiram ter um vida estável depois do final da carreira, apesar de terem sido obrigados a mudanças no estilo de vida. O apoio do Sindicato dos Jogadores acaba por ser o último recurso para muitos reformados da bola, homens que têm grandes dificuldades em descobrir um novo espaço na sociedade. Um estudo em Inglaterra assinalou que 3 em cada 5 futebolistas do campeonato inglês declaram falência 5 anos depois de terminarem a carreira. Em Portugal, onde os salários são inferiores, serão certamente muitos mais.

‘Fora de Jogo’ é uma Reportagem Especial de Gonçalo Azevedo Ferreira, com imagem de Franco Santos e edição de imagem de Rui Rocha. O grafismo é de Paulo Alves.