Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

sicblogue

Caminho das Índias: a mais recente produção da Globo

A SIC estreia hoje à noite a mais recente produção da TV Globo, 'Caminho das Índias', que no Brasil conseguiu melhores audiências do que 'A Favorita'. A telenovela chega a Portugal numa altura em que a cultura indiana surge em diversas manifestações artísticas - filmes, livros, exposições
Filmes, livros, telenovelas, exposições de arte. Coincidência ou talvez não, a cultura indiana parece estar a cativar atenções um pouco por todo o mundo e em diversas áreas.(...) E hoje chega à SIC a mais recente produção da TV Globo, Caminho das Índias, que vive em grande parte do misticismo e dos contrastes da sociedade indiana em relação à ocidental. A telenovela tem a assinatura da consagrada Glória Perez, bem conhecida em Portugal pelo seu trabalho em O Clone, telenovela em que retratava o ambiente árabe. Caminho das Índias já estreou no Brasil, a 19 de Janeiro, e conseguiu melhores audiências do que A Favorita, que ainda está a passar em Portugal, na SIC. A história gira em torno da paixão proibida entre Maya (Juliana Paes) e Bahuan (Márcio Garcia). Para além de os dois jovens pertencerem a diferentes castas, o noivo de Maya já está escolhido pelos seus pais. Resta saber como vai ser recebida pelos portugueses esta produção da TV Globo, que chega a Portugal num momento em que acabou de estrear Quem Quer Ser Bilionário, filme que na primeira semana foi visto por quase 39 mil cinéfilos, apesar de estar em exibição em apenas 27 salas. O recente êxito deste filme, que já conquistou vários prémios e poderá ser um dos grandes vencedores dos Óscares deste ano, tornou ainda mais evidente a curiosidade que a cultura indiana está a despertar. Mas será apenas uma questão de moda? Há quem defenda que é mais uma oportunidade de negócio. Sobretudo no campo cinematográfico. E não é para menos. A acreditar nos números avançados em 2007 pela consultora PricewaterhouseCoopers, Bollywood, a grande "fábrica" cinematográfica indiana, tem uma audiência mundial estimada em 3,6 mil milhões de pessoas e é responsável por receitas de bilheteiras superiores a 1,7 mil milhões de euros anuais. E apenas 8% dessa verba vai para as produções norte-americanas. Face a este potencial de mercado, e ainda por cima em tempo de crise, é fácil perceber que as grandes produtoras de Hollywood estejam a preparar alianças com as produtoras locais.
fonte: DN