Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

sicblogue

Açores em "Vida Selvagem" para ver domingo!

O leito oceânico é explorado quer na região litoral, quer num pequeno monte submarino, muito especial, denominado “Baixa do Ambrósio”. A quantidade de peixes pelágicos e jamantas tornam este local único nos Açores.

No contexto da exploração sustentada dos recursos marinhos, o filme evidencia a importância e vantagens da implementação de reservas, salientando as ações tomadas pelos naturais de Santa Maria no sentido de proteger o seu bem mais precioso – o mar.

A ave mais pequena da Europa, cujos registos em vídeo são escassos, ou mesmo inexistentes até agora, é um elemento importante no programa. Chama-se Estrelinha de Santa Maria. Aquela que foi a primeira ilha dos Açores a elevar-se do oceano, há 10 milhões de anos, é visitada por investigadores de todo o mundo, por ser é a única do arquipélago que contém registos fósseis.

Pela mão do Professor Doutor Sérgio Ávila, ficámos a conhecer duas das principais jazidas de Santa Maria. Esta visita permitiu também registar, em exclusivo, a descoberta de um osso de cetáceo do período plistocénico, posto a descoberto pelo furacão “Gordon” em Setembro de 2012. Dada a proximidade, explorámos os ilhéus das Formigas e o banco oceânico Dollabarat, que são reservas naturais desde 2003, e que constam da lista de áreas marinhas protegidas da convenção OSPAR para a protecção do meio marinho do Atlântico Nordeste. A principal tradição local – as sopas do Espírito Santo – e o ambiente socioeconómico de Santa Maria são também abordados no filme de Pedro Carvalho.

1 comentário

Comentar post