Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

sicblogue

"Fátima" desvenda amanhã o tão aguardado apresentador

A questão coloca-se e tem sido colocada pela imprensa: quem irá substituir Fátima Lopes enquanto esta estiver de baixa? Está a passar nesta tarde, noite de quarta-feira uma promo a convidar os espectadores a assistirem amanhã ao programa "Fátima" visto que é amanhã que se fica a conhecer quem irá substituir Fátima Lopes enquanto esta estiver de baixa por maternidade visto que a raínha das manhãs vai ser mamã.
Por isso mesmo é motivo para não perder amanhã mais um "Fátima" na sua SIC a partir das 10h.

Visita à Globo

Ricardo Pereira, Joaquim Monchique, Maria Vieira e Carla Andrino participam na novela da TV Globo 'Negócio da China'. A convite da SIC, o DN foi ao Brasil e falou com dois deles, que contam como está a ser a sua experiência Uma pequena Suíça. É a primeira sensação para quem chega ao Projac (Projecto Jacaraguai), o centro de produção da TV Globo, nos arredores do Rio de Janeiro. O contraste entre a maior fábrica de telenovelas do mundo e a segunda maior cidade brasileira, com mais de 10 milhões de habitantes, conhecida pelas suas belezas naturais, belas praias, Cristo do Corcovado, criminalidade e monumentais favelas, é evidente. Se no centro de produção da TV Globo tudo está organizado, limpo e funcional, fora dos seus portões salta à vista a confusão, a pobreza e a falta de condições. É pois nesse paraíso que trabalham os quatro actores portugueses de Negócio da China, telenovela para a qual a SIC ainda não tem data de estreia.
"Fazer um segundo protagonista numa telenovela brasileira é maravilhoso, principalmente numa televisão como esta, onde nenhum estrangeiro tinha feito antes", começou por dizer Ricardo Pereira. "Fora do Projac tenho pouco tempo livre e só moro perto do Joaquim [Monchique] no Leblon. A Maria [Vieira] mora mais perto da Carla [Andrino] na Barra da Tijuca. Mas juntamo-nos em almoços, jantares, praia." E no Carnaval? "Devo desfilar numa escola e a trabalhar para a SIC por causa do primeiro aniversário do Episódio Especial com a Sofia Cerveira, a partir do Sambódromo. Também vou ter cá os meus pais." E quando o regresso a Portugal para trabalhar? "O melhor é o que tenho feito desde há quatro anos, que é passar metade do ano em cada lado. O que me custa mais no nosso país é o pessimismo. Ainda hoje [segunda-feira] vi o noticiário da SIC e só se fala de problemas. Aqui sente-se menos a crise e as pessoas são mais optimistas por natureza", disse Ricardo Pereira, acrescentando que a sua vida terá de passar sempre pelo Brasil - "até já estou à procura de casa aqui". E nem os paparazzi o incomodam. "Não vão propositadamente à minha procura. Ainda no outro dia saí de casa para ir ao supermercado e estava o Tom Cruise a sair do restaurante Sushi Leblon e estavam 50 jornalistas", contou o actor.
Também Carla Andrino considera a sua participação em Negócio da China "fantástica". Pena é não ter o filho consigo, apesar de o marido e a filha já lá estarem. E depois de ter feito o sucesso A Outra, na TVI, que diferenças existem entre as telenovelas portuguesas e as brasileiras da TV Globo? "Estamos exactamente ao mesmo nível. As nossas telenovelas batem as da TV Globo em audiências há muitos anos. A única diferença é a dimensão e as cidades cenográficas que ainda não temos. Lá chegaremos. O empenho dos actores, a qualidade da escrita, tecnicamente é igual. Não noto diferenças. O ritmo também é igual. Sinto-me em casa", disse Carla Andrino, pouco antes de sair de um dos dez estúdios do Projac.
fonte: DN (a convite da SIC)

Negócio da China nasceu no Bairro Alto

Joaquim Monchique e Miguel Falabella pensaram numa história onde sobressaísse a vida dos portugueses no Brasil e nasceu a novela ‘Negócio da China’, que será exibida em breve na SIC.
"Esta história começou no Bairro Alto, depois de um jantar com o Miguel [Falabella]. Ficámos a ver as pessoas passar e ele achou que a cidade é muito cosmopolita, com muitos chineses, e pessoas de outras nacionalidades, mas todos a falar português", revela Monchique.
Os actores Joaquim Monchique, Ricardo Pereira, Carla Andrino e Maria Vieira partiram para o Rio de Janeiro em Agosto de 2009, para integrar o elenco da novela e assegurar o núcleo português. As gravações terminam em Março, mas a possibilidade de estes actores continuarem pelo Brasil pode concretizar-se.
fonte: CM