Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

sicblogue

Carlos Ribeiro deixa o "Fátima"

"Volto na segunda-feira, dia 13, ao horário da manhã na rádio Romântica FM, com o meu programa ‘Carlos Ribeiro – Bom-dia, Romântica’, actualmente emitido à tarde", revelou ao CM Carlos Ribeiro. O apresentador deixou o programa ‘Fátima’, na SIC, que conduzia ao lado de Merche Romero. As manhãs da SIC são agora asseguradas apenas por Merche.
Carlos Ribeiro deixou as suas funções na SIC por "excesso de trabalho". Estava "previsto ficar no ‘Fátima’ durante os quatro meses de licença de parto de Fátima Lopes. Mas três horas por dia nas manhãs da SIC e mais três na rádio somava seis horas ao microfone! Já precisava de descansar a voz", conta.
"Os meus administradores na Romântica FM não inviabilizaram que eu fosse para a SIC. E gostava de voltar à televisão, mas para um programa semanal".
fonte: CM

Vão ser filmadas imagens em Helsínquia da nova novela da SIC

"Eterno amor" é o título provisório da nova novela de Carnaxide. Ricardo Pereira é dado como certo para a protagonizar. Oceana Basílio, que ainda pode ser vista na TVI, é outro dos nomes confirmados.
Na derradeira fase das gravações da antecessora "Podia acabar o mundo", Virgílio Castelo, consultor para a ficção de Carnaxide, havia adiantado que grande parte do elenco para a novela que se segue estava fechado. Sabia-se também que a feitura do guião é da responsabilidade de Pedro Lopes, quem gizou a ideia original e coordenador da equipa de argumentistas da SP Televisão, que tem a cargo a produção da trama.
Ora, aos poucos, vão sendo desvelados pormenores. Por exemplo, o país frio de que se falava para servir de palco à acção da narrativa tratar-se-á da Finlândia, mais precisamente da sua capital Helsínquia. Quem o adiantou foi Alexandre Gonçalves que agencia alguns dos actores que a vão integrar , nomeadamente, Oceana Basílio, cuja personagem terá um percurso no estrangeiro.
A actriz que, embora não tenha exclusividade com nenhum canal vestirá Bárbara, "uma artista plástica em ascensão que será a melhor amiga da protagonista Leonor" (interpretação que poderá caber a Diana Chaves), pelo que terá um papel de relevo. Alexandre contou também que estão a ser encetadas diligências por forma a conseguir-se uma parceria com aquele país nórdico. "O hotel do gelo seria um dos cenários ideais, mas caso não seja viável, a Croácia é alternativa".
Tal representa um ingrediente novo a somar à receita convencionada para as ficções nacionais, uma vez que, por norma, as filmagens no estrangeiro decorrem em territórios quentes. Mas a tentativa de diversificação não se esgotará por aqui. Temas fracturantes serão abordados em "Eterno amor". Aliás, a questão do abuso sexual parece ser transversal.
Alda Gomes estará envolvida nesse drama ao dar corpo a Madalena, uma mãe solteira, funcionária do banco "Bettencourt", detido pelo núcleo principal da novela, que ao sofrer esses abusos é instigada a reagir indo trabalhar para o café pertencente à família Viegas, "um ponto de encontro das personagens" de roupagem vanguardista. Já Luís Lucas será, Humberto, um dedicado mordomo, o qual esconde o segredo de uma morte. Porém, é o amor desencontrado por um coma de cinco anos o fio condutor da intriga.Outro dado curioso é o facto de Inês Castel-Branco participar, não como actriz, mas enquanto membro do grupo de guionistas. As gravações arrancam em Maio.
fonte: site JN