Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

sicblogue

Salve-se Quem Puder estreia HOJE

Diana Chaves regressa hoje aos ecrãs da SIC, não como actriz, mas como apresentadora de ‘Salve-se Quem Puder’. O novo programa, baseado num tetris humano, será transmitido diariamente em horário nobre.
Neste concurso, inspirado num original japonês, os concorrentes vão ter de superar vários obstáculos, inclusive ultrapassar paredes, sem cair na piscina montada no cenário. A actriz, que já foi vice-campeã de natação, deixou no ar a promessa: "Se alguém cair à água, juro que o salvo."
Esta não é primeira vez que Diana faz de apresentadora. A estreia foi em 2007, (...) na TVI, um programa exibido em directo e destinado aos adolescentes. O "bichinho" pela apresentação ficou. Por isso, Diana revela ao CM que o projecto da SIC a aliciou desde o momento em que lhe foi feito o convite. Ainda assim, confessa-se com "medo e ansiosa", porque o programa vai ser conduzido na "base do improviso" e sem guião. É ao humorista Marco Horácio que Diana irá recorrer quando estiver insegura.
"Ainda bem que estou ao lado do Marco. Ele é uma grande ajuda e por isso fico mais tranquila", diz. "Se estivesse sozinha não sei como seria" conclui.
Marco Horácio, por sua vez, revela que ‘Salve-se Quem Puder’ tem tudo a ver com ele. "Não é preciso um guião. Vamos reagir àquilo que se vai passar e isso é que é curioso e interessante", confessa. E admite que gosta de ser "autêntico".
PORMENORES
TETRIS HUMANO
Criado no Japão pela Fuji TV, o concurso ‘Aka Human Tetris’ tem a duração de 45 minutos.
DESAFIOS
Seis concorrentes são desafiados a ultrapassar barreiras sem cair à água gelada da piscina.
VÁRIOS PAÍSES
O programa é exibido no Reino Unido (BBC) e nos Estados Unidos da AMérica (FOX) com o título ‘Hole in the Wall’.
HUMOR
Para o director de programas da SIC, Nuno Santos, o concurso "proporciona humor e diversão".
fonte: site CM

SIC ainda não tem data de estreia para "Negócio da China"

De volta a Portugal, Joaquim Monchique aguarda que a novela que esteve a gravar no Brasil, "Negócio da China", seja exibida em Portugal, através da SIC. Aliás, o actor de 40 anos já falou com o director de Programas da estação de Carnaxide, Nuno Santos: "Perguntei-lhe: 'Então, quando é que pões a minha novela?' Ele respondeu: 'Brevemente, vamos ver para quando.'" De qualquer forma, Joaquim tem uma justificação para as fracas audiências que a novela de Miguel Falabella teve no Brasil: "Nós estreámo-nos numa altura péssima no Brasil, o início do Verão. E às 18.00 ninguém quer saber de nada. Portanto, se eu fosse director da Globo, o horário das 18.00, mais cedo ou mais tarde, acabaria. É muito ingrato para nós." Enquanto a novela não tem data de estreia prevista na SIC, o actor vai retomar "o monólogo mais visto da história do teatro português, com 60 mil espectadores": "Vou reiniciar o meu 'Paranormal'... Tenho muitas saudades de fazer teatro. Queria fazer uma despedida em grande aqui em Lisboa, onde estive quatro meses."
fonte: DN