Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

sicblogue

Artur Agostinho de regresso à TV

Aos 88 anos, o antigo diretor de Record não quer "parar de aprender" e, por isso, continua a aceitar desafios que lhe ocupem o tempo e lhe exercitem o espírito. Foi por isso que Artur Agostinho disse "sim" ao convite para participar na próxima novela da SIC, "Eterno Amor" (título provisório).
"Faço de José Viegas, um velho mestre-de-obras reformado que frequenta o restaurante do filho e que está sempre de conversa com outro homem de idade, antigo dono daquele estabelecimento", revelou a Record. Sem querer levantar muito a ponta do véu sobre esta produção, Artur Agostinho confessou que está bastante entusiasmado com o projeto da SIC e acredita que "a novela vai ter uma boa resposta por parte do público". Contactada por Record, a produtora SP Televisão referiu que ainda não há data de estreia para "Eterno Amor" (irá substituir "Podia Acabar o Mundo" na grelha), confirmando Ricardo Pereira e Sandra Barata Belo entre os protagonistas. Ficamos à espera!
fonte: site RECORD

Paulo Rocha em "Eterno Amor"

A alegria é um estado de espírito que Paulo Rocha parece manter sem esforço. “No cômputo geral, sinto-me uma pessoa cheia de sorte”, revelou nas gravações finais de ‘Podia Acabar o Mundo’ (SIC), em que interpreta Hélder, namorado clandestino de Sara (Adelaide de Sousa). Após um curto período de férias, o actor está pronto para abraçar o novo projecto da estação, no qual fará de mecânico ‘engatatão’.
Em ‘Podia Acabar o Mundo’, Paulo Rocha tem, antes do namoro com Sara, um amor platónico pela mãe solteira Rosário (Ana Cunha). A propósito desse caso, diz: “Julgo que nunca tive uma namorada que tivesse um filho mas penso que, quando isso acontece, criam-se laços de afecto com a criança que persistem ainda que os adultos venham a afastar-se.”
Quanto a amores platónicos, Paulo Rocha confessa: “Tive uma paixão assim, aos 18 anos, por uma colega quando estudava em Cascais. Acabei com a namorada que tinha por causa dela mas a paixão passou, eu fiquei sem namorada e nunca disse nada à miúda. Julgo que fui um bocadinho estúpido, mas pronto... (risos).” O actor admite: “Sou tímido mas tenho algumas qualidades, como um sentido de humor engraçado. Isso, às vezes, resulta.” Quanto à nova novela, diz:“Aceito um trabalho quando o projecto me motiva.”
FÉRIAS DE SONHO
“GOSTO DE IR A LONDRES”
Quando acabou de gravar ‘Podia Acabar o Mundo’, há poucas semanas, Paulo Rocha viajou para Londres, rumo às férias dos seus sonhos. Na ocasião, revelou: “Tenho alguns amigos lá e irei ver algumas peças de teatro. Até já tenho os bilhetes. Gosto de ir a Londres e adorava estudar lá.”
fonte: site CM

Vão ser filmadas imagens em Helsínquia da nova novela da SIC

"Eterno amor" é o título provisório da nova novela de Carnaxide. Ricardo Pereira é dado como certo para a protagonizar. Oceana Basílio, que ainda pode ser vista na TVI, é outro dos nomes confirmados.
Na derradeira fase das gravações da antecessora "Podia acabar o mundo", Virgílio Castelo, consultor para a ficção de Carnaxide, havia adiantado que grande parte do elenco para a novela que se segue estava fechado. Sabia-se também que a feitura do guião é da responsabilidade de Pedro Lopes, quem gizou a ideia original e coordenador da equipa de argumentistas da SP Televisão, que tem a cargo a produção da trama.
Ora, aos poucos, vão sendo desvelados pormenores. Por exemplo, o país frio de que se falava para servir de palco à acção da narrativa tratar-se-á da Finlândia, mais precisamente da sua capital Helsínquia. Quem o adiantou foi Alexandre Gonçalves que agencia alguns dos actores que a vão integrar , nomeadamente, Oceana Basílio, cuja personagem terá um percurso no estrangeiro.
A actriz que, embora não tenha exclusividade com nenhum canal vestirá Bárbara, "uma artista plástica em ascensão que será a melhor amiga da protagonista Leonor" (interpretação que poderá caber a Diana Chaves), pelo que terá um papel de relevo. Alexandre contou também que estão a ser encetadas diligências por forma a conseguir-se uma parceria com aquele país nórdico. "O hotel do gelo seria um dos cenários ideais, mas caso não seja viável, a Croácia é alternativa".
Tal representa um ingrediente novo a somar à receita convencionada para as ficções nacionais, uma vez que, por norma, as filmagens no estrangeiro decorrem em territórios quentes. Mas a tentativa de diversificação não se esgotará por aqui. Temas fracturantes serão abordados em "Eterno amor". Aliás, a questão do abuso sexual parece ser transversal.
Alda Gomes estará envolvida nesse drama ao dar corpo a Madalena, uma mãe solteira, funcionária do banco "Bettencourt", detido pelo núcleo principal da novela, que ao sofrer esses abusos é instigada a reagir indo trabalhar para o café pertencente à família Viegas, "um ponto de encontro das personagens" de roupagem vanguardista. Já Luís Lucas será, Humberto, um dedicado mordomo, o qual esconde o segredo de uma morte. Porém, é o amor desencontrado por um coma de cinco anos o fio condutor da intriga.Outro dado curioso é o facto de Inês Castel-Branco participar, não como actriz, mas enquanto membro do grupo de guionistas. As gravações arrancam em Maio.
fonte: site JN

Paulo Rocha como herói da novela

“Olha o herói da minha novela!”. Foi com estas palavras que o argumentista brasileiro Aguinaldo Silva cumprimentou, ontem à noite, pela primeira vez, o actor Paulo Rocha.
De passagem por Portugal e numa noite marcada pelo lançamento oficial de um romance da sua autoria - 98 Tiros de Audiência - o autor de grandes sucessos como Tieta e Senhora do Destino, não poupou elogios ao actor da SIC .“Gosto muito do Paulo Rocha. Eu estava cá quando ele fez a novela Vingança e gostei muito do trabalho dele. Se eu fizer uma novela em Portugal, o Paulo Rocha vai ser protagonista, o herói!”, afirmou o argumentista da Globo que contou com o apoio de inúmeros amigos, entre os quais o realizador André Cerqueira e o argumentista Rui Vilhena presentes no espaço BBC Café, em Belém, Lisboa.
Visivelmente emocionado, Paulo Rocha denunciava no rosto a alegria do momento. “Foi extremamente emocionante. Quando ele disse ‘Olha o Herói da minha novela!’, deu-me vontade de olhar para trás e ver se ele estava mesmo a falar para mim! (risos) Ouvir alguém, que escreveu novelas tão extraordinárias e que marcaram gerações em Portugal e no Brasil, dizer o que ele disse faz com que qualquer pessoa fique com problemas nas pernas! (risos)”, afirmou o actor que em breve vai aparecer na nova novela da SIC, Eterno Amor, na pele de um mecânico engatatão.

fonte: JN