Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

sicblogue

Resistentes da Cultura no Perdidos e Achados

Perdidos e Achados

Na Grécia, a política está mais do que nunca na ordem do dia. Renegoceiam-se empréstimos, com os números da crise a aumentar e o país a rebentar pelas costuras, em risco de ter de vir a sair da UNIÃO EUROPEIA OU DO EURO mas, ainda assim, há portugueses que há muito trocaram Lisboa por Atenas e preferem não voltar.

É o caso de André Maia, um multifacetado artista que tem Portugal no coração e há anos que divulga a cultura portuguesa naquele país. Além de várias outras músicas, mais ou menos étnicas ou famosas, André apresenta o Fado que palpita nas veias dos ilustres lusitanos que andam pelas sete partidas do mundo, em espetáculos onde apresenta novas vertentes deste canto singular que continua a conquistar vários públicos. André está também numa Radio em Atenas onde só se fala em português, só se ouve música de Portugal, Angola, Cabo Verde, Brasil e outros países atravessados pela língua de Camões. Como convidados leva não só pessoas dessas comunidades mas também tradutores, críticos e outros elementos manifestamente ligados à Cultura dos PALOP, como por exemplo tradutores de Fernando Pessoa e José Saramago.

Rão Kyao também é um cidadão do mundo...arredado da televisão há já algum tempo, mostra agora o seu mais recente trabalho, inspirado sobretudo em Música Litúrgica portuguesa, após um exaustivo levantamento e pesquisa, de norte a sul, que resultou no disco "Sopro de Vida" que é, também, um momento de reflexão e devoção a Nossa Senhora. Até porque, para Rão Kyao, quem canta na Igreja reza duas vezes...

O ‘Perdidos e Achados’ revela outras particularidades deste músico e compositor que toca na Missa na Igreja de Nossa Senhora de Fátima e de vez em quando atua também numa casa de Fados em Lisboa. Por fim a banda "Ritual Tejo" que depois de "Nascer outra vez" conta à SIC que nunca chegou a acabar e revela o que anda a fazer, agora que este que é dos seus temas mais emblemáticos volta à ribalta numa publicidade...

Chegaram a atuar em estádios, fizeram a primeira parte de espetáculos de Bryan Adams e Psychadelic Furs, entre outros, tocaram na Gartejo e Rock Rendez Vous, ficaram conhecidos também por Tributos prestados a Zeca Afonso e versões de temas como "Saudade" dos Heróis do Mar ou "Foram Cardos, foram prosas"...

São os ‘Perdidos e Achados’ desta semana, numa nostálgica viagem musical ao passado, mais presente que nunca.

Jornalista: Ana Paula Almeida e Pedro Cruz

Repórter de imagem: Tiago Pereira, Bernardo Bogarim e Carlos Morais

Edição de Imagem: Rui Berton

Produção: Cláudia Araújo, Madalena Durão

Coordenação: Maria João Ruela

Direção: Alcides Vieira

Comentar:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.