Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

sicblogue

SIC fecha 2011 com lucro de 14,6€ M

Foram apresentados esta quarta-feira os resultados de 2011 do grupo Impresa, o grupo de media que detém a SIC. 
Em 2011, perante um cenário económico cada vez mais adverso, a SIC reagiu à quebra das receitas tradicionais, com novas fontes de receitas e uma forte contenção nos custos operacionais. As receitas totais da SIC desceram 5,1%, para 164,1 M€, e os resultados antes de impostos baixaram 11,4%, para 14,6 M€, penalizados por custos com re-estruturação e acréscimos de provisões. O mercado publicitário de televisão em sinal aberto apresentou uma descida de 14% em 2011. 
As receitas publicitárias da SIC desceram menos que o mercado, com um queda de 8,5% em 2011, após uma forte retração de 20% no último trimestre do ano. No final do ano, as receitas publicitárias representaram 59,0% do total da faturação da SIC. A evolução das receitas publicitárias beneficiou dos ganhos de quota de mercado nos canais generalistas e nos canais de cabo, devido à melhoria verificada na performance dos “targets” comerciais, principalmente no horário nobre. 
O canal generalista da SIC obteve 35,8% de quota de mercado publicitário, superior em 1 ponto percentual ao valor de 2010, e no cabo reforçou a sua quota para 26,3%. 
O canal SIC terminou o ano de 2011 com uma audiência média de 22,7%, comparando com 23,4% do ano anterior. 
A SIC foi o canal generalista que menos desceu, face aos resultados de 2010, ganhando quota no conjunto dos canais generalistas. A estratégia de programação, em 2011, continuou focada em obter os melhores resultados nos “targets” comerciais (classes ABC1C2, entre os 15 e 54 anos). Esta estratégia permitiu atingir audiências nos “target’s” comerciais superiores à média da estação. No horário nobre, a SIC foi o único canal generalista a subir face a 2010. No Universo, a audiência do horário nobre subiu quase 1 ponto percentual, para 24,7%, e a audiência no target comercial subiu 0,6 pontos percentuais, para 26,3%. A programação da SIC manteve, em 2011, a sua aposta na ficção nacional. A qualidade da ficção produzida pela SIC foi reconhecida com o “Emmy” para melhor novela em 2011, entregue à novela portuguesa “Laços de Sangue”, produzida em parceria com a TV Globo. A novela “Laços de Sangue” esteve no ar até setembro de 2011, um período ligeiramente superior a 1 ano, onde obteve excelentes audiências, superiores à média da estação. A novela, que teve uma audiência média de 27,4% em 2010, registou uma subida para 28,2% em 2011, liderando o seu bloco horário. Em setembro de 2011, estreou-se a novela portuguesa “Rosa Fogo”, mantendo a SIC a sua aposta numa linha de ficção portuguesa. Da restante programação da SIC, durante 2011, é de destacar: 
  • O programa “Peso Pesado” que foi a grande aposta de entretenimento em 2011. As duas edições tiveram um assinalável sucesso. A primeira emissão teve uma audiência média de 28,9%, atingindo, com as galas de domingo, uma média de 37,4%, enquanto a segunda emissão atingiu 26,4% de audiência média. 
  • O “Jornal da Noite”, que teve uma audiência média de 24,8%, e de 26,2% no “target” comercial, continuou a registar valores acima da média da estação. 
  • As novelas brasileiras continuaram a marcar presença na SIC. A novela “Alma Gémea”, que estreou em Janeiro de 2011, foi um dos sucessos das noites da SIC, com audiências superiores a 26,6%, até Novembro de 2011. 
  • O futebol foi outra das apostas da SIC. A meia-final da liga Europa, entre o Braga e o Benfica, atingiu 53% de audiência. Alguns jogos do BWIN Cup obtiveram boas audiências, com foi o caso do Benfica-Sporting, que obteve 52% de audiência. 23,8% 24,7% 2010 2011 
As receitas de subscrição, geradas pelos canais da SIC distribuídos por cabo e satélite, em Portugal e no estrangeiro, cresceram 2,4%, em 2011, para 43,1 M€. As receitas de subscrição representaram 26,3% da facturação total da SIC. Esta subida deveu-se ao dinamismo registado no mercado de pay-tv português, com o aumento da concorrência entre as plataformas, e ao crescimento da área internacional.
Em 2011, as audiências, no conjunto dos canais temáticos da SIC, atingiram 19,3% (18,9%, em 2010), apesar do aumento do número de canais presentes nas várias plataformas. A SIC Notícias completou o 11º ano de liderança das audiências dos canais de cabo, com uma audiência média de 11,3%. O canal SIC Mulher também marcou presença no top 10 dos canais mais vistos, com audiência de 4,2%. A SIC Radical, obteve uma audiência média de 2,9%, descendo em relação a 2010. O canal SIC K celebrou o 2º aniversário e, apesar de apenas estar presente na plataforma MEO, teve uma audiência média de 0,7%, subindo em relação a 2010. Em 2011, foi também lançado um novo canal de subscrição, baseado no programa “Peso Pesado”, que esteve no ar durante a primeira emissão do programa, entre abril e julho de 2011. 
A área internacional dos canais temáticos continuou a registar um bom ritmo de crescimento e, apesar de ter sido afectada pela volatilidade do câmbio do dólar, cresceu 5,6% em 2011, e representa já 12,1% da facturação desta área, atingindo mais de 4,6 milhões de espectadores, em 10 países - Suíça, França, EUA, Canadá, Brasil, Cabo Verde, Angola, Moçambique, África do Sul e Austrália. A área de Multimédia desceu 6,9%, em 2011, para 16,8 M€. A descida é essencialmente explicada pelos valores do 1º trimestre de 2010, que estão empolados pela recta final do programa “Ídolos”, que terminou em Fevereiro de 2010, o que explica a quebra registada nos primeiros três meses de 2011. Esta descida foi, entretanto, compensada pelo bom comportamento nos 3º e 4º trimestres de 2011, que beneficiaram da renovação dos concursos que incluem “Call TV” e que estão distribuídos por vários programas ao longo do dia, bem como de programas de entretenimento, como foi o caso do “Peso Pesado”. As receitas multimédia, no 4º trimestre de 2011, subiram 32,5%. 
O ano de 2011 foi muito importante para as plataformas “online” da SIC. Foi concretizada uma grande renovação tecnológica nas plataformas de suporte à redação e de publicação dos sites, que veio permitir uma gestão centralizada de conteúdos para publicação em multi-plataforma. Por outro lado, assinalou-se o lançamento do site da SIC Notícias, com um forte enfoque no vídeo, e o investimento em projectos de grande entretenimento, com os sites “Peso Pesado”, “Laços de Sangue” e “Rosa Fogo”. Tudo isto contribuiu para um aumento substancial do tráfego dos sites, tendo o número de visitantes crescido 32,3%, em 2011. Foi um ano de crescimento em audiências e em proveitos comerciais. As outras receitas apresentaram uma subida de 5,9%, em 2011. Este aumento deveu-se à subida das receitas de televendas e dos serviços técnicos, que compensou as menores receitas de merchandising, de venda de conteúdos e de receitas não recorrentes. 
Os custos operacionais da SIC desceram 4,4%, em 2011, apesar de se ter registado um aumento dos custos com re-estruturação, para 946 mil euros, incorridos com o programa de rescisões amigáveis, lançado em maio de 2011. Sem o aumento dos custos com re-estruturação, os custos totais teriam descido 5,1%, em 2011. 
Entre as principais variações, de referir que os custos de grelha baixaram 5,9%, incluindo os custos com o canal “Peso Pesado”, os custos com multimédia caíram 25% e os custos fixos desceram 1%. Apesar da descida das receitas, o controlo de custos permitiu atenuar a queda do EBITDA, que atingiu o valor de 22,6 M€, uma descida de 9,5% em relação a 2010, e uma margem de 13,8%. A margem EBITDA, no 4º trimestre de 2011, foi de 24,9%. 
A SIC obteve resultados antes de impostos de 14,6 M€, em 2011, uma descida de 11,4% em relação aos valores de 2010.

Bwin Cup passa a ser apenas Taça da Liga

Uma decisão do Tribunal de 1.ª instância do Porto negou a suspensão do recurso da sentença proferida em Setembro de 2011. 
Assim, informa a Liga Portuguesa de Futebol Profissional, está obrigada a deixar de ter, a partir desta segunda-feira, qualquer publicidade referente à Bwin que era o patrocinador da Taça da Liga. 
Desta forma, o canal terá, também que deixar de fazer publicidade à prova que emite sendo que o efeito mais visível será no dia 18 de Janeiro, altura em que a SIC tem marcada a transmissão do Porto X Estoril.

Audiências de 3 de Janeiro > SIC em 2.º com futebol no top

Programas em destaque: 
- 1.º lugar – Bwin Cup com o jogo Vitória SC X Benfica com 37,3% de share e 16,0% de rating 
- 5.º lugar – Jornal da Noite com 27,7% de share e 10,9% de rating 

Total: 
TVI – 27,3% 
SIC – 25,8% 
Cabo – 23,3% 
RTP1 – 20,0% 
RTP2 – 3,6%

Audiência de dia 2 de Janeiro > Futebol é o mais visto do dia!

Programas em destaque: 
- 1.º lugar – Bwin Cup com o jogo Rio Ave X Sporting que alcançou 14,7% de rating e 33,1% de share
- 5.º lugar – Jornal da Noite com 10,8% de rating e 26,1% de share

Total: 
Cabo – 27,1% 
TVI – 25,1% 
SIC – 23,1%
RTP1 – 19,7% 
RTP2 – 5,0%

1 494 522 viram a final da Taça da Liga na SIC!

A SIC, canal que transmitiu no sábado a final da Taça da Liga – o Benfica venceu o P. Ferreira, por 2-1, e assim conquistou o troféu pela terceira vez consecutiva –, alcançou a liderança da quota diária, colocando três programas no top dos cinco mais visto do dia.
Assim, no 1.º lugar da tabela surge a final da Taça da Liga, que colou ao pequeno ecrã 1.494.522 telespectadores (audiência de 15,8% e share de 48,2%). Na 3.ª e 4.ª posições ficaram os programas “Os vencedores” (audiência de 12%) e “Os homens do jogo” (11,8%), que foram para o ar logo a seguir ao apito final da partida disputada em Coimbra.
RECORD

Final da Bwin Cup com 48,2% de share

SIC com a Bwin Cup no top! Ontem foi dia de final da taça da Liga na SIC e os portugueses quiseram saber quem seria o vencedor da 4.ª edição da Bwin Cup. Benfica X Paços de Ferreira foi o programa mais visto do dia com 48,2% de share e 15,8% de audiência média.
O 3.º lugar do top do dia também foi da SIC! Os vencedores da competição tiveram 37,5% de share e 12,0% de audiência média. Já os Homens do Jogo ficaram com 11,8% de audiência média e fizeram 36,0% de share tendo sido o 4.º programa mais visto do dia no canal.
Outros destaques:
- Primeiro Jornal líder no horário com 32,5% de share e 8,1% de audiência média
- Alta Definição com 36,2% de share e 8,0% de audiência média

SIC – 29,1%
TVI – 23,9%
Cabo – 22,2%
RTP1 – 20,5%
RTP2 – 4,2%

Multi plataforma para acompanhar a final da Taça da Liga


«A final da Taça da Liga é já uma transmissão televisiva com tradição na SIC. Todos os anos, os jogos decisivos desta competição ficam entre as transmissões mais vistas do ano na televisão portuguesa.
Emissão especial SIC, SIC Notícias e SIC Online na final Benfica x Paços de Ferreira
Este ano, num estádio novo, a SIC faz a aposta de sempre. Durante o jogo, 14 câmaras assegurarão a transmissão em directo, com um sistema sofisticado de super slow motion para reforçar e descodificar todos os pormenores.
Quatro carros de exteriores, um helicóptero, e uma equipa de mais de 50 pessoas, entre jornalistas, repórteres de imagem, produtores, técnicos e realizadores - estes são os meios técnicos e humanos envolvidos na mega-operação de televisão.
A partir das 12h00, na SIC Notícias, e a partir do Primeiro Jornal, na SIC, teremos toda a informação sobre o jogo.
A esperança dos adeptos do Benfica de conquistarem o primeiro troféu da época, e o sonho dos adeptos do Paços de Ferreira, a viverem um momento histórico do seu clube, serão alvo de acompanhamento em reportagem ao longo de todo o dia.
Também o Jornal da Noite, imediatamente antes do jogo, estará em directo do Estádio Municipal de Coimbra, cuja lotação já está praticamente esgotada.
Também nas redes sociais a Taça da Liga será um fenómeno. Ao longo de todo o dia, o jornalista Nuno Luz e o blogger Pedro Aniceto acompanharão a par e passo todos os debates e discussões sobre o pré-jogo, o jogo, e depois sobre a festa. Ou seja, desta vez também no Twitter e no Facebook a Taça da Liga terá um acompanhamento com a marca de qualidade da SIC.
A narração do jogo será de José Augusto Marques. Os comentários estarão a cargo de Rui Santos.
A seguir ao jogo, seja quem for o vencedor, a SIC Notícias estará em especial informação para rever, analisar e festejar a festa do futebol.

20h45: a hora da final da Bwin Cup na SIC

A final da Taça da Liga entre Benfica e Paços de Ferreira, marcada para o dia 23 de Abril (sábado), no Estádio Cidade de Coimbra, terá pontapé de saída às 20.45 horas, anunciou esta sexta-feira a Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP). O encontro, que vai definir o quarto vencedor da prova (V. Setúbal, 2007/2008, e Benfica, 2008/2009 e 2009/2010), será transmitido em directo na SIC. Esta será a terceira final transmitia pelo canal que tem os direitos da prova desportiva desde a época 2008/09.