Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

sicblogue

Os convidados de Sofia Cerveira no Passadeira Vermelha

Amanhã volta mais uma semana de programas do 'Passadeira Vermelha'. O canal 14 da ZON recebe das 21h30 às 22h30 vários convidados sendo que esta semana é Sofia Cerveira a anfitriã.

A Moda Lisboa preenche o formato na segunda-feira, dia 10 de março, com os modelos Alexandra Nefedova e Tiago Grancho a estarem à conversa com a apresentadora.

Dia 11, terça-feira, será a vez do stylist João Pombeiro estar no estúdio do programa da SIC CARAS. À quarta sai a revista CARAS e, como habitualmente, o programa de quarta-feira, dia 12, tem a editora executiva da publicação Natalina de Almeida e o estilista Dino Alves como convidados.

Quinta-feira, dia 13, é a vez de Miguel Stanley, conhecido como Dr. White estar à conversa com Sofia Cerveira sendo que a semana fecha com a atriz Joana Ribeiro e o jornalista Rodrigo Pratas.

Pinto Balsemão visita SIC no dia de Natal

Como já é habitual, o dia de Natal da SIC conta sempre com a presença do Chairman do Grupo Impresa, Francisco Pinto Balsemão, nas instalações do canal em Carnaxide.

 

Esta iniciativa dura já há vários anos e o jornalista Rodrigo Pratas foi um dos jornalista que fez questão de partilhar o momento na sua página na rede social Facebook.

EXCLUSIVO - SIC Blogue entrevista Rodrigo Pratas

12 anos passaram e o nosso entrevistado continua a vestir a camisola da SIC Notícias. Da “Edição da Manhã” ao “Jornal das 7”, Rodrigo Pratas já passou por vários noticiários do canal que comemora hoje mais um aniversário. O SIC Blogue aproveitou a ocasião para desafiar Rodrigo Pratas a contar-nos algumas coisas sobre a SIC Notícias e sobre si próprio.

 

Afinal quem é o Rodrigo Pratas?

Sou jornalista da SIC Notícias, canal do qual sou membro fundador.

Conte-nos um pouco do seu percurso até ingressar na SIC

Estudei na Universidade Católica e depois frequentei o curso de Formação geral em Jornalismo no CENJOR, em paralelo com a formação prática de Jornalismo Televisivo na ETIC.

Como é que chega à SIC?

Cheguei à SIC pela mão de Vítor Moura-Pinto (ex-director-adjunto do canal) que me convidou para integrar a equipa inicial da SIC Notícias como jornalista estagiário.

Ainda se lembra do primeiro dia na estação?

Lembro-me bastante bem do nervosismo com que arrancámos, certos contudo de que estávamos prontos para provar ao País que era indispensável a existência de um canal de notícias 24 horas. 12 anos depois, a SIC Notícias continua a ser a preferida dos portugueses.

Que ingredientes fazem da SIC Notícias diferente?

Os mesmos ingredientes que fazem parte da génese do canal: rigor, sobriedade, isenção, credibilidade. Aplicamo-los todos os dias com a mesma intensidade da primeira hora.

Em termos de audiências com a mudança do painel para a GfK, a SIC trocou de posição com outros canais. Preocupa-o esta perda?

A perda de audiências, no novo modelo de medição, não retira à SIC Notícias a força de uma marca que habituou os portugueses à qualidade de 12 anos...

Em 12 anos o que é que mudou na SIC Notícias?

Saíram colegas e amigos, entraram novos companheiros de trabalho; mudou-se cenários, grafismos e identidades sonoras; adicionaram-se tecnologias que nos aproximam de quem mais interessa: o cidadão!

Que momentos é que guarda desde que está na estação?

São inúmeros e por isso não os posso elencar a todos. Mas recordo-me de um em particular: o maremoto de 2004, no sudeste asiático. No final da minha semana de estreia na apresentação de noticiários, terminei a minha madrugada a dar a notícia de última hora que mais desenvolvimentos teve. De 200 mortos, no Sri Lanka, saltou rapidamente para milhares... e depois para os 300 mil finais. Foi um marco grande no meu percurso enquanto pivot.

Qual foi o momento mais embaraçoso que já teve em frente às câmaras?

Um dos mais embaraçosos foi, inadvertidamente, em 2011, ter rematado um directo em que falara o novo secretário-geral do PS dizendo: "a declaração de António José Teixeira", quando, na realidade me referia a Seguro! Mas para mim, o hábito era associar António José ao apelido Teixeira, o do meu director... que não achou muita piada.

Qual foi a melhor notícia que deu ao longo destes doze anos?

Vanessa Fernandes medalhada em Pequim 2008! Um orgulho para qualquer cidadão português!

Ambiciona chegar à generalista?

Sim! Não para ter mais audiência mas porque, assim, poderia chegar a mais pessoas e, logo, veicular a notícia ainda para mais cidadãos.

Como é que vê a atual situação da RTP? É contra ou a favor da privatização?

Discordo da privatização da RTP porque considero, por princípio, que um serviço público deve ser prestado pelo Estado. Seja em que área for.

Tem uma página de fãs no Facebook. É uma boa forma de se manter em contacto com os telespectadores?

É uma forma mais directa de manter contacto com os espectadores da SIC Notícias e, assim, receber críticas (e elogios) mais facilmente e poder, em conjunto com o cidadão, prestar um melhor serviço jornalístico. Grandes vantagens da internet...

A pergunta da praxe… o que é a SIC para si?

Para mim, a SIC sempre foi e sempre será um espaço de grandes profissionais onde, apesar das dificuldades, se consegue fazer jornalismo de qualidade e livre, dos poderes político e económico.

 

Para se juntar à página do jornalista no Facebook clique AQUI

 

O SICBlogue aproveita a ocasião para agradecer a disponibilidade do

jornalistaRodrigo Pratas para que este momento fosse possível!