Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

sicblogue

Ronaldo Testado ao Limite foi o mais visto da SIC

Em dia de estreia de um novo reality show e de futebol na TVI, o canal de Queluz venceu ultrapassando mesmo o Cabo. O programa mais visto da SIC acabou por ser o programa “Ronaldo Testado ao Limite” que em estreia teve um share de 24,3% e audiência média de 10,2%. 
A apresentação de Rosa Fogo foi o 6.º mais visto e durante os 8 minutos de duração, a SIC mostrou os bastidores da novela que estreia hoje fez 23,9% de share e 9,8% de audiência média. 
TVI – 31,2%
Cabo – 29,9%
SIC – 21,9%
RTP1 – 14,0%
RTP2 – 3,1%

Hoje à noite na SIC!


Que têm em comum Cristiano Ronaldo e Usain Bolt? 
Um estudo realizado há dias diz que o futebolista português tem físico semelhante ao homem mais rápido do planeta. De acordo com um estudo efetuado pelo Instituto de Biomecânica de Valência (IBV), em Espanha, o avançado Cristiano Ronaldo – jogador da Seleção Nacional e do Real Madrid – e o velocista jamaicano Usain Bolt possuem muitas semelhanças antropométricas, conjunto de técnicas utilizadas para medir o corpo humano ou as suas partes. 
Os telespetadores da SIC vão poder assistir, em primeira-mão, ao documentário onde o jogador se esforça como nunca no mais rigoroso exame científico jamais realizado a um jogador de futebol. 
O documentário, com a assinatura da Castrol Edge, apresenta ‘Ronaldo Testado ao Limite’ e mostra as habilidades, a força e a agilidade do craque em campo, levadas para um laboratório de alto desempenho, onde os maiores cientistas do mundo utilizam tecnologia de ponta para testá-lo numa série de desafios que mostram exatamente a suas qualidades incomparáveis. 
Que resultado tem o seu pontapé livre – que é a sua famosa marca registada – num encontro explosivo, contra paredes de vidro? Como consegue Ronaldo competir com um velocista de elite numa batalha única de velocidade e agilidade? A sua força mental e intuição podem ajudá-lo no desafio de cruzamentos para a área… no escuro? A sua habilidade, velocidade de reação, resistência e força ajudam-no a ser mais e a sobreviver ao teste final? 
Utilizando câmaras ultra lentas e imagens geradas por computador de alto impacto, incluindo uma série de entrevistas com especialistas em futebol, entre eles Fábio Capello e Arsène Wenger, o documentário proporciona aos telespetadores o acesso a um Ronaldo nunca antes visto, levando-os a entrar no seu mundo e a viver a emoção de competir sobre intensa pressão. 
Com características semelhantes a um atleta como Bolt, recordista mundial dos 100 e 200 metros, o craque nacional consegue uma corrida mais rápida e uma grande potência de movimento nos membros inferiores, diz o estudo dirigido pelo médico Luis Garcés. Segundo o especialista, Cristiano Ronaldo possui um equilíbrio entre sua altura e massa muscular, permitindo que se destaque em aspetos tão diferenciados como saltos, velocidade e remate. Para realizar este estudo, o IBV utilizou um sistema ótico que regista a superfície tridimensional do corpo do jogador. 
Cristiano Ronaldo concentra a massa muscular no tronco e nos músculos. Trata-se de uma vantagem competitiva, que lhe permite realizar movimentos mais rápidos, além de saltar ou rematar, com menos exigência física.

Ronaldo testado ao limite passa na SIC!

“Ronaldo testado ao limite” é o nome do documentário que colocou cientistas num laboratório de alto rendimento a testar o internacional português. O objectivo foi o de perceber o que faz de Cristiano Ronaldo um dos melhores do mundo. 
Partir paredes de vidro com um remate e competir contra um corredor de elite ou contra ‘snipers’ com raios laser estão entre os testes que foram feitos. De acordo com a empresa que patrocinou esta iniciativa, estes são os exames científicos mais aprofundados que alguma vez foram feitos a um jogador de futebol. 
O próprio jogador demonstrou-se satisfeito com as provas durante as filmagens: “Foi muito interessante participar neste documentário, foi a primeira vez que fiz alguma coisa do género”. “Os testes foram desenhados para perceber a minha força e habilidades ao pormenor e é uma grande experiência ver como trabalha o meu corpo perante uma grande esforço destes. Os desafios foram realmente muito difíceis, mas acho que me saí bem”, afirmou. 
Os treinadores Fabio Capello e Arsène Wenger também participam neste documentário que vai estrear num evento em que vão estar presentes vários convidados do mundo do futebol. 
O documentário vai ser transmitido pela televisão britânica Sky Sports e só depois vai passar noutros canais por todo o mundo. Em Portugal a SIC será o canal a transmitir este documentário
Brevemente na SIC